terça-feira, 28 de julho de 2009

"...pero sin perder la ternura jamás"


Ali,
no meio da confusão,
era mesmo comigo que ele falava...

Raúl Castro, presidente de Cuba.







6 comentários:

Textos ao Vento disse...

Só posso sentir um certo ciúme...

Diego Mascarenhas disse...

caraaaaaaaaaaamba!!!!!
que massa, cema!!!!!!
se zeca sente ciúmes, eu sinto é uma pontinha de inveja!
abração!

tássia disse...

Iracemaaaaaaaa
conta direito como foi isso! rsrs

Anônimo disse...

Quando tempo, eh Iracema!?
Semre via admirava seu trabalho, fato de não comentar era apenas por pouco ter a dizer e muito a sentir. ademais de não ter muito tempo.
E o nenê?
Um grande abraço.
Araken

ana clélia disse...

hahaha, muito engraçado e inesperado, né?! e aí, vai a cuba?
bjs

Lorena Magalhaes disse...

Mema, com dois anos de atraso, mas nao podia ler e me calar.
E, vc nunca foi de passar desapercebida mesmo!